CPHB
QUEM SOMOS
PSI Humanista
> ACP
>Carl Rogers
ATIVIDADES
>Psicoterapia
>Plantão Psicológico
>Avaliação Bariátrica
>Pré e pós Bariátrica
>Terapia de Grupo
>Cursos de Formação
>Livro
>Parcerias
EVENTOS
ACP no Mundo
Fale conosco
Passei por aqui


  Um dos fundadores da Psicologia Humanista e Criador da Psicoterapia Centrada no Cliente, Carl Rogers (1902-1987) forneceu hipóteses que abriram  um novo campo de pesquisa, desenvolvendo uma abordagem para todas as relações interpessoais: a Abordagem Centrada na Pessoa.

Duas vezes eleito presidente da Associação Americana de Psicologia, recebeu desta os prêmios de melhor contribuição científica e o de melhor profissional.

Rogers morreu em 5 de fevereiro de 1987, mesmo ano em que foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz, aos 85 anos de idade.

Qual é o impacto de Carl Rogers ainda hoje? Neste momento de crise econômica, social e humana em que os valores individuais tendem a desaparecer e que a vida deixou de ter um valor único, a mensagem de Rogers mostra-se indispensável para a compreensão do homem como um ser que dá sentido ao social, num conceito global de organismo, em todos os níveis de organização, numa posição profundamente humanista.

“O ser humano, como todos os organismos, tende a crescer e a se atualizar. É claro que todos os fatores sociais, econômicos e familiares podem interromper esse crescimento, mas a tendência fundamental é em direção ao crescimento, ao seu próprio preenchimento ou satisfação. A pedra fundamental da psicologia humanista pelo menos como eu vejo, é, portanto, essa crença de que o ser humano tem um organismo positivo e construtivo”.

                                                                           Carl Rogers