CPHB
QUEM SOMOS
PSI Humanista
> ACP
>Carl Rogers
ATIVIDADES
>Psicoterapia
>Plantão Psicológico
>Avaliação Bariátrica
>Pré e pós Bariátrica
>Terapia de Grupo
>Cursos de Formação
>Livro
>Parcerias
EVENTOS
ACP no Mundo
Fale conosco
Passei por aqui



O QUE É A ACP?

A ACP é um modelo de pensamento e de atuação em Psicologia, Ensino, Educação,  Administração e em outras áreas do conhecimento, criado por Carl Rogers, que possibilita para a pessoa a retomada da responsabilidade por si mesma, tornando-a protagonista de sua própria vida.

Isto se dá através de atitudes facilitadoras do crescimento psicológico e do desenvolvimento das potencialidades do ser humano. 

Sendo a mais conhecida das Psicologias Humanistas, a ACP considera que o ser humano é determinado por sua própria vontade subjetiva, ainda que influenciado por todas as circunstâncias de sua existência. Neste sentido então, ele é absolutamente livre para escolher entre as opções existentes, ainda que poucas e limitadas, responsabilizando-se pelas conseqüências que delas advirem. Considera, ainda, que o ser humano tende a se desenvolver da forma mais construtiva e positiva que puder, dentro das condições possibilitadas por suas circunstâncias. Esta tendência é chamada de TENDÊNCIA ATUALIZANTE, sendo, para a ACP, a única força motivacional humana, de forma que todas as outras motivações lhe são subordinadas.

TENDÊNCIA ATUALIZANTE

“Todo organismo é movido por uma tendência inerente para desenvolver todas as suas potencialidades e para desenvolvê-las de maneira a favorecer sua conservação e enriquecimento”.
(Rogers, 1977)



CONDIÇÕES FACILITADORAS DO CRESCIMENTO PSICOLÓGICO
(atitudes do facilitador)
  

   Compreensão Empática:

É a capacidade de em apreender o vivido do outro, seus sentimentos e percepções, considerando os valores e vivências deste.

   Consideração Positiva Incondicional:

É a aceitação do outro enquanto um ser significativo e digno de consideração, independentemente de quaisquer requisitos ou condições. É importante ressaltar que considerar de forma positiva e incondicional não significa concordar com tudo o que o outro faz, nem com sua atuação no mundo.

   Autenticidade ou congruência:

Capacidade de ser o que realmente se é, com o reconhecimento e aceitação de si próprio e de suas próprias vivências, de forma clara e voltada para a relação com o outro. Integra pensamentos, sentimentos e comportamentos.